#Blablabla … à conversa com Carlos Brito

Em conversa com o Here and There Carlos Brito, presidente do Observatório do Vinho do Porto, defende que o vinho do Porto tem hoje dois grandes desafios: inovar sem perder a tradição; e passar de vender vinho para vender uma experiência de vinho. E alerta para as consequências para a já não obrigatoriedade de ter, no gargalo das garrafas, o selo à cavaleiro. Um selo de garantia, emitido pelo IVDP (Instituto dos vinhos do Porto e Douro) e que mais do que uma garantia da autenticidade do vinho serve como factor de distinção do mesmo no meio de tantas outras garrafas de vinho. E isso é especialmente importante quando se fala de mercados externos, onde a maioria dos consumidores não tem experiência e conhecimento suficiente do vinho para poder distinguir um verdadeiro vinho do Porto de outras variedades. Para ver e ouvir em mais um #Blablabla.

Read more

#Blablabla … à conversa com António Saraiva

Rozès. Ou quando, em 1855, o vinho do Porto conquistou um produtor de Bordéus e o levou a investir no néctar dos deuses português. A prova de que a notoriedade do vinho do Porto desde cedo ultrapassou as fronteiras portuguesas. A adega, localizada perto da ribeira de Vila Nova de Gaia, distingue-se por ser uma espécie de “boutique”, onde tudo foi planeado ao pormenor. Inclusive as pipas, desenhadas especificamente para aquele espaço, e onde se pode encontrar um vinho que prima pela consistência. Mais um local a visitar, não só para provar os vinhos, mas também para conhecer um pouco mais da história do vinho do Porto e de Portugal. Para ver e ouvir no #Blablabla.

Read more

#Blablabla … à conversa com Pedro Silva Reis

A história da Real Companhia Velha e a história do vinho do Porto (e de Portugal) estão intimamente ligadas. O 17.56 Museu & Enoteca pretendem transmitir esse conhecimento e essa história. Dois espaços, com dois anos de existência, junta à margem de Vila Nova de Gaia (e do Rio Douro), que representam, como explicou Pedro Silva Reis, presidente da Real Companhia Velha, uma “expansão” (ou diversificação, se preferirem) do tradicional negócio de produção de (bom) vinho. Para ver e ouvir em mais um #Blablabla.

Read more

#Blablabla … à conversa com Fernanda Rolim

Um oásis no centro da cidade. Esta é, talvez, a melhor forma de descrever um dos negócios do grupo FMO, o FMO Apartments. Um edifício totalmente dedicado ao alojamento local onde os clientes, sejam turistas a lazer ou negócio, podem desfrutar das comodidades da sua casa, com os serviços de um hotel. Com uma localização privilegiada, mesmo em frente à Casa da Música e a pouca distância da Ribeira, os apartamentos disponibilizam espaços amplos, uma decoração relaxante e uma cozinha totalmente funcional. Não é por acaso que tendem a ser a escolha de famílias e/ou de profissionais que se deslocam à Invicta a trabalho. O Here and There conversou com Fernanda Rolim que adiantou que, no próximo ano o grupo terá novidades, dado que está com um projecto na Baixa do Porto. Para ver e ouvir no #Blablabla desta semana.

Read more