App ePark: descuido pode levar a multa

Apps como a ePark são fabulosas, mas se uma pessoa não tiver cuidado podem levar a pagamentos indevidos de parquímetros, multas de estacionamento, bloqueamento do veículo e, inclusive, ao reboque do mesmo.

O aparecimento das aplicações de pagamento de estacionamento significou, para muitas pessoas, eu incluída, o deixar de ter preocupações sobre se tinha moedas para pagar o parquímetro, em renovar o estacionamento, e, com isso, evitar as malfadadas multas. No entanto isto não significa que não tenhamos de ter alguns cuidados.

No meu telemóvel tenho várias dessas aplicações (cada cidade tem a sua, o que dá uma tremenda trabalheira e obrigada a gastar mais dinheiro, que fica em crédito, claro) – uma dica, seria excelente ter uma única aplicação para todo o país, já há algumas que agregam algumas cidades mas, que tenha conhecimento, não há uma que cubra todo o território nacional. No entanto a que uso com maior frequência é a ePark, que “trata” do estacionamento em Lisboa.

A aplicação é relativamente fiável. Raramente falha. Raramente. O que por vezes acontece, e ao qual é preciso estar (muito) atenta, tem a ver com a localização do veículo. Porque bastam uns metros no assumir da localização do veículo para a “coisa descambar”. Um exemplo. A Avenida da Liberdade é considerada como sendo zona vermelha, com tudo o que isso implica – estacionamento mais caro e com limite de duas horas. Quem estacionar numa perpendicular, nas zonas mais próximas da Avenida da Liberdade (ou vice-versa) convém verificar se o sinal detecta a localização exacta do veículo. Porque uma má localização implica, por um lado o pagamento inadequado do parquímetro (para mais ou para menos) e a respectiva possibilidade de multa e bloqueamento.

Esta “conversa” vem no seguimento do que me aconteceu ontem. Como se costuma dizer “no melhor pano cai a nódoa”. Eu que até sou “entendida” em tecnologia, e que já dei dicas a amigas minhas ontem “cai que nem patinha” e lixei-me. Felizmente não ao nível de levar uma multa. Mas serviu de lição.

Estacionei o carro junto às Amoreiras, numa zona Verde. Ao ligar a app verifiquei que ela situava o meu carro num Beco XPTO – ainda tentei olhar para o mapa e tentar perceber onde isso ficava, mas ao fim de uns minutos desisti e inseri manualmente a morada. Defini as horas de estacionamento e “fui à minha vida”. Por acaso o que ia fazer prolongou-se e tive de, primeiro, prolongar o estacionamento até ao máximo horário de quatro horas. Mas isso não chegou. E o truque (porque não dá mesmo para ser mais de quatro horas) é deixar o estacionamento terminar e, mal isso aconteça, iniciar um novo. Nada que não tenha feito anteriormente (uma das vezes que em fiz isso tinha o carro estacionado no Parque das Nações e estava em Almada). Mas ontem estava distraída e deu “bronca”. Só quando já estava a regressar à minha viatura (mas ainda a uns 20 minutos da mesma) é que olhei “com olhos de ver” para a aplicação e detectei que ele tinha assumido (aquando do segundo período de estacionamento) não o local de estacionamento da viatura, mas sim o local, físico, onde eu me encontrava. Que não só ficava a quilómetros de distância (e, por isso, na verdade, o carro estava sem estacionamento válido) como se encontrava numa zona Vermelha. Ou seja, por uma distração minha não só corri o risco de ter uma multa de estacionamento como, por 90 minutos (em zona Vermelha), paguei quase o mesmo que paguei por 4 horas (em zona Verde). É claro que mal percebi o erro terminei o estacionamento e iniciei um com a morada correcta.

Felizmente tive sorte e quando cheguei ao carro não tinha nenhuma “prenda”. Mas foi sorte. E serviu de lição para estar mais atenta em situações futuras.

E vocês? Já tiveram uma aventura semelhante?

 

Partilhar

Alexandra Costa

Jornalista desde 1996 sou portuguesa de nacionalidade, alfacinha de nascimento, alentejana de coração e uma viajante do mundo. Adoro viajar, conhecer novas culturas, experimentar gastronomias. Sou viciada em livros e nunca digo que não a uma boa conversa. Basicamente sou apreciadora dos prazeres da vida.

Alexandra Costa has 126 posts and counting. See all posts by Alexandra Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.