Wines by Heart, a nova garrafeira da Avenida da Liberdade

Esta será uma garrafeira diferente, que aposta em referências internacionais. A inauguração da Wines by Heart está prevista para o último trimestre do ano e, apesar de ainda não ter aberto, conta já com 170 referências de produtores da Europa e do Novo Mundo, entre países como França, Itália, Espanha, Alemanha, Chile, Austrália e Estados Unidos.

Este é um projecto de sonho de Guilherme Corrêa, Igor Beron e Rômulo Mignoli e que ficará localizado na Avenida da Liberdade, 203, em Lisboa. À localização proveligiada juntam-se nomes como Louis Michel & Fils, de Borgonha (Chablis), a Vincent Pinard, do Loire (Sancerre), a Vilmart & Cie, de Champagne, ou o Domaine Chapel, de Beaujolais, vindos de França. De Itália chegam a Ferrari, de Trentino, Gravner (Friuli Venezia Giulia), Barale Fratelli, de Piemonte, Soldera e Isole e Olena, da Toscana, entre outras, enquanto que a Espanha estará representada pelas marcas Dominio del Águila, de Ribera del Duero, e La Rioja Alta, da Rioja. Da Alemanha estarão presentes os vinhos Markus Molitor, de Mosel, e Wittmann, de Rheinhessen.

A América Latina estará presente através de vinhos chilenos, nomeadamente com a De Martino, da região de Maipo, dos Estados Unidos, estarão presentes as casas Evening Land, do Oregon, e Pax, da Califórnia; e finalmente, da Austrália, integrarão o acervo os vinhos Ochota Barrels, de Adelaide Hills, e Timo Mayer, da região de Victoria.

 

Partilhar

Alexandra Costa

Jornalista desde 1996 sou portuguesa de nacionalidade, alfacinha de nascimento, alentejana de coração e uma viajante do mundo. Adoro viajar, conhecer novas culturas, experimentar gastronomias. Sou viciada em livros e nunca digo que não a uma boa conversa. Basicamente sou apreciadora dos prazeres da vida.

Alexandra Costa has 124 posts and counting. See all posts by Alexandra Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.