Grândola volta a receber Festa de Verão, de 24 a 28 de Agosto

É o momento do ano em Grândola, e considerada a maior feira do litoral alentejano. A grande festa de Verão vai animar Grândola entre 24 e 28 de Agosto, com grandes nomes da música nacional e internacional e um espectáculo inédito no dia de abertura.

Carina Baptista, vice-presidente da Câmara Municipal de Grândola e vereadora da cultura assume que a Feira de Agosto “é o maior evento da cidade, ao qual o município coloca grande parte do seu investimento, 400 mil euros mais concretamente”.

Criada há 360 anos, esta Feira é, só por si, um símbolo da cidade e caracteriza-se por manter as tradições ancestrais e estar adaptada aos tempos modernos. “Tentamos inovar nos espaços, temos sempre surpresas e novidades. Mas a feira está consolidada e há sempre espaços que se repetem”, esclarece a autarca, frisando que “o novo executivo recuperou a zona rural com uma exposição animal que era característica das feiras medievais da altura. A Feira Franca pretende também manter as tradições”.

Além disto, muitas outras valências se encontram nesta feira. Uma zona de expositores, uma praça com uma feira de artesanato, carrosséis, dois pavilhões cobertos dedicados a empresas que queiram aí divulgar os seus serviços e produtos e, claro está, os concertos.

A Feira de Agosto é de entrada livre, e tem chamado anualmente mais de 100 mil visitantes, sendo que o número vai crescendo todos os anos. E todos os anos há um tema transversal a toda a feira. Em 2017, a temática central é a arqueologia.

São muitos os atractivos da feira. Porém, são os concertos que trazem o maior numero de visitantes, pelo que foi com pompa e circunstância que a autarquia anunciou o cartaz para edição deste ano.

Um dos maiores nomes da canção nacional e de intervenção, Sérgio Godinho, é o convidado especial dia 24, no concerto da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense (SMFOG), conhecida pela banda da ‘música velha’ e que de dois em dois anos, faz honras de abertura da feira, sempre com um convidado especial.

Sérgio Godinho já tem uma longa ligação a Grândola e este ano faz todo o sentido ser ele o grande convidado, uma vez que este concerto está inserido na programação da exposição ‘SÉRGIO GODINHO – Escritor de canções”, inaugurada na cidade, em Abril, e patente ao público até Setembro, no antigo edifício dos Paços do Concelho.

Na sexta, dia 25 é a vez de Agir subir ao palco. “Tentamos dedicar um dia a uma faixa etária mais jovem”, frisa Carina Baptista. Sábado, dia 26 de Agosto, Miguel Araújo, considerado um dos artistas mais completos da sua geração e um dos grandes nomes do panorama musical português, é o artista que fará as delicias de todos no palco principal do evento.

Há ainda sempre um dia dedicado a um convidado internacional. Este ano é no dia 27 e é Matias Damásio, um músico angolano que está a fazer grande sucesso no nosso país.

Como cabeças de cartaz e com a responsabilidade de fechar o certame, no dia 28 de Agosto, estão os Resistência, uma banda transversal a várias gerações e uma das mais emblemáticas formações da primeira metade dos anos 90. Olavo Bilac, Miguel Ângelo e Fernando Cunha são alguns dos nomes da mítica banda e estiveram presentes na hora de anunciar o cartaz de 2017.

Para Fernando Cunha este é um concerto único, que se insere numa “tournée muito especial, uma vez que comemoramos 25 anos de existência”. O músico frisa que este é um ano de celebração, que vai culminar num concerto no MEO ARENA em Outubro, e que a banda vai presentear o público, já em Grândola, com versões novas de temas bem conhecidos do público português.

Miguel Ângelo diz ser um prazer tocar na Feira de Agosto, e garante que esta é a altura certa para a banda actuar novamente junta. “Estamos mais maduros e com melhores vozes, pelo que acreditamos que temos ainda muito para dar. Temos excelentes músicos a actuar connosco e temos por isso uma grande expectativa sobre este concerto”, frisou, garantindo que a banda só acaba quando deixar de haver para quem cantar.

Por seu turno, Olavo Bilac diz que os Resistência “celebram a música portuguesa”, pelo que “não há melhor evento do que esta feira para actuarmos”.

No que respeita a Sérgio Godinho e à sua participação especial no concerto da SMOFG, o músico diz ser um “momento especial”. Confessa sentir-se muito honrado pela ligação que tem com Grândola e, garante “adaptar-se bem a todas as parcerias. As minhas músicas são plásticas e facilmente moldáveis e adaptáveis às bandas com quem canto. Gosto de interagir com diferentes músicas, tendo especial prazer em fazer um momento musical com uma banda filarmónica”.

 

 

 

 

Partilhar

Raquel Carvalho

Lutadora e apaixonada pela vida. É assim que me caracterizo. Para mim a família é o meu pilar e ser mãe foi um sonho tornado realidade. Os meus dois príncipes são a minha razão de viver e o meu orgulho. Adoro a minha profissão, pois escrever e fazer perguntas sempre esteve no meu ADN. Escolhi ser jornalista com seis anos de idade e consegui.

Raquel Carvalho has 169 posts and counting. See all posts by Raquel Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.