Programa ‘365 Algarve’ oferece vários momentos culturais em Maio

Mais de mil apresentações e oito meses depois da sua inauguração, a primeira edição do programa cultural ‘365 Algarve’ está a chegar ao fim, mas o mês de Maio tem ainda muito para oferecer. Estão ainda previstas mais 130 apresentações em 30 eventos, a acontecer em toda a região. Festivais literários e de artes performativas, recriações históricas e eventos de animação do património, cinema, teatro e artes visuais juntam-se à música, ópera e dança, que estão em destaque no cartaz.

De 4 a 28 de Maio acontecerão uma dezena de concertos de música erudita e dança, em diversas salas de espectáculo algarvias e espaços não convencionais. Encerra deste modo, em ambiente de festa, o Festival Internacional de Música do Algarve (FIMA), cuja programação pode ser consultada em www.fima.com.pt.

Dia 6, em Loulé e dia 7 em Castro Marim, actua o Acordeão d’Alma. Já dias 26 e 27, o acordeão junta-se ao trompete para as últimas três apresentações de Morphosis, projecto de Hugo Alves e João Frade que dá asas à improvisação sobre temas originais escritos a pensar nas potencialidades destes dois icónicos instrumentos.

Os tempos áureos das grandes orquestras, que marcaram os anos 1930, vão ser recreados no evento Big Bands Battle, apresentando em palco 40 músicos em despique pela Orquestra de Jazz do Algarve e pela Orquestra Jorge Costa Pinto. Dia 19 em Lagoa e dia 20 em Faro, os espectadores poderão assistir a Segredos de Lucía, um concerto de homenagem ao guitarrista espanhol de flamenco Paco de Lucía, que tem ascendência algarvia. Entretanto, os museus e igrejas do Algarve recebem uma mão cheia de apresentações do Ciclo Guitarras e Património (de 13 a 20) e quatro igrejas do concelho de Olhão são palco de um Festival de Coros de Câmara (de 20 a 28).

O programa continua em Portimão, dia 6 com a Companhia de Ópera do Porto que apresenta Così Fan Tutte, ópera de Mozart interpretada pela primeira vez em Viena, na Áustria, em 1790, que se inspira na moral e nos costumes femininos do séc. XVIII. Na dança são esperadas Interferências em Loulé, dia 26, com performances que resultam de oficinas de pesquisa e criação coreográfica com a comunidade portuguesa e estrangeira.

No interior da região, em plena Serra do Caldeirão, a aldeia de Alte, em Loulé, recebe a primeira edição de FUSOS, Festival de Fusões Artísticas, de 26 a 28 de Maio. O mote é a fusão entre arte e artesanato, não faltando os apontamentos musicais.

Durante três dias, de 12 a 14 de Maio, em Albufeira, realiza-se também um festival de jazz que também é uma experiência gastronómica gourmet. O Algarve Jazz Gourmet Moments é um evento inovador que combina​ o melhor da música jazz com a excelência da gastronomia e vinhos do Algarve, e que proporcionará aos visitantes concertos de Tom Harrell,  Virginie Teychené e Jane Monheit, ícones do jazz mundial.

Destaque final para BARRO CAL – 1.ª Festa-Feira do Barrocal Algarvio, na aldeia de Santo Estevão, em Tavira, que se inspira nos recursos culturais do barrocal, incluindo a música popular e o folclore, os produtos da agricultura tradicional e a gastronomia do barrocal. Visitas guiadas e uma Feira do Barrocal são outros atractivos deste evento que decorre de 26 a 28 de Maio.

 

 

Partilhar

Raquel Carvalho

Lutadora e apaixonada pela vida. É assim que me caracterizo. Para mim a família é o meu pilar e ser mãe foi um sonho tornado realidade. Os meus dois príncipes são a minha razão de viver e o meu orgulho. Adoro a minha profissão, pois escrever e fazer perguntas sempre esteve no meu ADN. Escolhi ser jornalista com seis anos de idade e consegui.

Raquel Carvalho has 169 posts and counting. See all posts by Raquel Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.