TAP faz parcerias com chefs Michelin para mostrar excelência gastronómica portuguesa ao mundo

Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Miguel Laffan, Rui Paula e Rui Silvestre, cinco Chefs portugueses distinguidos com estrelas Michelin, juntam-se a Vítor Sobral para, a partir de Setembro, proporcionar aos clientes da TAP, os melhores sabores a bordo.

A apresentação desta parceria, um projecto que dá pelo nome “Taste the Stars”, foi feita no Palácio Pimenta, no Museu da Cidade, com a presença de Fernando Pinto, presidente da TAP, que disse aos jornalistas, ser “um dia muito importante e que vai marcar uma nova era na empresa”.

O Chef Vítor Sobral já trabalha há 16 anos como consultor gastronómico da Companhia, e o objectivo é enriquecer ainda mais a experiência de viagem, dando a conhecer os sabores portugueses aos mais de 12 milhões de passageiros anuais. O objectivo, disse Fernando Pinto, é que com o convite endereçado por Vítor Sobral, os seis chefs com estrelas Michelin, sejam parceiros da TAP na missão de ser ”embaixadora de Portugal no mundo”.

A partir de setembro, todos os meses estará a bordo de todas as classes, a criação de cada um dos Chefs Michelin que aceitaram este desafio: promover o melhor da gastronomia portuguesa.

“Todos reconhecem a importância da TAP para promover Portugal como destino turístico, a sua comida, os seus vinhos e o património.  Esse é um dos nossos compromissos e agora damos um importantíssimo passo. Fomos buscar os melhores representantes da gastronomia portuguesa”, sublinhou Fernando Pinto na apresentação oficial deste projecto.

“A melhor forma de divulgar a nossa gastronomia, aproveitando o nível de exposição é dar as melhores refeições aos nossos passageiros”, sublinhou.

O presidente da TAP lembrou que “Portugal é muitas vezes apresentado nos grandes Media internacionais como ‘o segredo mais bem guardado da Europa’”, e destacou que “o compromisso que a TAP hoje reforça com este anúncio é bem claro: vamos fazer tudo o que está ao nosso alcance para que Portugal deixe de ser um segredo”.

Segundo Fernando Pinto, este compromisso conjunto com os seis Chefs “vai permitir que mais pessoas vivam a experiência da excelência gastronómica e se apaixonem por Portugal: pelos aromas, pelos sabores, pelos vinhos, pela gastronomia e pela cultura”.

“A TAP, como os portugueses, tem uma paixão enorme por Portugal. Não só trazemos o mundo a Portugal como, connosco, esta paixão não conhece fronteiras e vamos levá-la a todo o mundo”, concluiu Fernando Pinto.

No âmbito do projeto, a TAP dará ainda voz a outros talentos da gastronomia – jovens recomendados pelos Chefs da TAP, que poderão apresentar as suas criações e sugestões para o serviço a bordo.

Pela importância internacional da companhia, e pelo facto de ter servido a bordo dos seus aviões, durante 2016, 14 milhões de refeições, a Companhia acredita ser a maior montra da gastronomia e dos produtos portugueses e da sua degustação. É por isso que, além da gastronomia, a TAP vai, brevemente, também revolucionar a sua carta de vinhos, num novo modelo de seleção que vai dar oportunidade a pequenos e médios produtores portugueses que pretendam promover internacionalmente os seus vinhos. A ideia é igualmente promover os melhores produtos regionais, entre enchidos e queijos.

Com o projeto ‘Taste the Stars’, os chefs Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Miguel Laffan, Rui Paula e Rui Silvestre, vão reinventar a utilização de produtos das várias regiões nacionais nas refeições de bordo, participar em eventos nacionais e internacionais da TAP (em Nova Iorque ou S. Paulo, por exemplo) de promoção da gastronomia portuguesa. Adicionalmente, os restaurantes dirigidos pelos chefs passam a fazer parte do Stopover.

Na base do manifesto assinado por todos está o não fazer esquecer a história de Portugal, lembrando o passado dos descobrimentos. Dar a conhecer, através da experiência gastronómica, as tradições, os gostos, os hábitos e os sabores do país, mostrando as suas várias influências.

O projecto quer mostrar o que Portugal tem de único, provocando recordações. 

De sublinhar que cada um dos chefs vai tentar representar um região específica do país, do Douro, Minho e Trás-os-Montes, ao Algarve, ao Alentejo e à região de Lisboa e Vale do Tejo.

 

Partilhar

Raquel Carvalho

Lutadora e apaixonada pela vida. É assim que me caracterizo. Para mim a família é o meu pilar e ser mãe foi um sonho tornado realidade. Os meus dois príncipes são a minha razão de viver e o meu orgulho. Adoro a minha profissão, pois escrever e fazer perguntas sempre esteve no meu ADN. Escolhi ser jornalista com seis anos de idade e consegui.

Raquel Carvalho has 169 posts and counting. See all posts by Raquel Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.